Terceira idade no mercado de trabalho: como investir na inclusão desses profissionais? - Reconvale Noticias

Terceira idade no mercado de trabalho: como investir na inclusão desses profissionais?

Share This
Nos últimos anos, uma grande parcela da população na terceira idade têm voltado ao mercado de trabalho. O aumento da expectativa de vida dos brasileiros, somando à disposição para manter-se ativo são um dos principais motivos para que o idoso decida voltar a trabalhar. Além disso, muitos buscam uma forma de complementar a renda, devido ao baixo valor da aposentadoria.
Nesse cenário muitas empresas têm enxergado uma grande oportunidade com a inclusão desses profissionais, principalmente no setor de serviços e comércio. 
Nesse texto separamos para você algumas dicas sobre como investir na criação de programas para contratação da terceira idade e quais os principais benefícios. Acompanhe!
Vantagens de contratar profissionais na terceira idade
No brasil, os idosos representam 12% de toda a população, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A expectativa é que até 2050 esse número cresça para 22%. Diante desses dados, as organizações podem obter diversas vantagens aorecolocar essas pessoas no mercado de trabalho. A seguir explicaremos algumas delas:
Experiência profissional somada a experiência de vida
Indo na contramão do preconceito, muitas empresas têm demonstrado valorização dos profissionais na terceira idade. Muitas vezes eles trabalharam por anos em determinadas áreas, o que os torna extremamente experientes.
Um outro ponto a considerar é a experiência de vida e experiência comportamental que esses idosos possuem por ter vivenciado diversas situações em sua jornada profissional. Essas experiências podem agregar muito valor para as equipes, projetos e até no atendimento a clientes. 
Responsabilidade Social
Uma empresa comprometida com a responsabilidade social certamente será bem vista pela sociedade e seus stakeholders, principalmente quando essas ações não são movidas apenas por questões de cumprimento de leis e cotas. 
Logo, ao criar um programa para inclusão da terceira idade, as organizações têm muito a ganhar, contribuindo também com um ambiente sadio e mais diversificado. 
Comprometimento e disponibilidade de horário
Pessoas que já alcançaram a “melhor idade”, geralmente tem maior disponibilidade de horário. Filhos pequenos, reuniões escolares, licença maternidade, licença casamento são fases que esses profissionais já passaram.
Além disso, uma característica marcante de pessoas na terceira idade é o seu comprometimento, dedicação e o fato de valorizem muito seus empregos. Essas são características muito fortes na geração baby boomer (nascidos entre 1945 e 1960). 
>> Produzimos um livro digital que apresenta um passo a passo para a produção de um planejamento de recrutamento e seleção assertivo. Clique aqui e acesse agora mesmo!
Quais são os direito dos Idosos?
Segundo o Estatuto do idoso (Lei 10.741/2003), pessoas com mais de 60 tem direito a desempenhar atividades profissionais, desde que suas condições físicas, intelectuais e psíquicas sejam respeitadas.
Além disso, é vedada a fixação de limite de idade como requisito para contratação e esta ação poderá constituir crime . Em caso dediscriminação no ambiente de trabalho, o idoso poderá mover uma ação por danos morais. 
O Estatuto prevê também que o poder público deve criar mecanismos para estimular a criação de programas para contratação de idosos, bem como criar programas de profissionalização para garantir que essas pessoas estejam preparadas para retornar ao mercado de trabalho. 
Já existem programas de incentivo à contratação da terceira idade?

Programas de inclusão etária tem sido cada vez mais comuns nas empresas. Segundo dados do IBGE, a maioria dos idosos ativos no mercado de trabalha atuam:
no setor de serviços (53%);
seguido pelo comércio (22.3%);
e indústria (11,9%).

Algumas empresas têm realmente se destacado com a iniciativa de criar programas para contratação de pessoas na terceira idade. Um excelente exemplo é o Grupo Pão de Açúcar que emprega mais de 3,4 mil funcionários com mais de 55 anos em todo Brasil. A maioria dessas vagas são destinadas para empacotadores, pois não há exigência mínima de experiência, porém há oportunidades para setores diversos. 

Outra empresa que oferece oportunidades para profissionais na “melhor idade” é a TOTVS, com seu programa “Geração Sênior”. O objetivo do programa é melhorar o atendimento ao cliente. A TOTVS identificou que esses profissionais maduros tem mais “jogo de cintura” para desempenhar essas atividades.

A empresa de Consórcios Ebracon criou o programa Ebracon +50. O objetivo é fazer a inclusão de pessoas na terceira idade em todos os departamentos da empresa. Uma grande porcentagem desses profissionais ocupam cargos de liderança na empresa e o restante são analistas.

O que todas essas empresas notaram com a criação desses programas é que a diversidade etária dentro do ambiente corporativo é extremamente saudável e fundamental para trocar e complementar experiências. 
Mitos que ainda norteiam a contratação de pessoas na terceira idade

Apesar dessa mudança de cenário e todas as iniciativas de sucesso citadas, ainda existe uma certa resistência de muitas empresas para contratar idosos, principalmente devido há alguns mitos, como:
baixa criatividade;
falta de adaptação a novas tecnologias;
problemas em realizar trabalhos pesados.

É importante lembrar que esses são apenas mitos e características generalizadas, portanto sem valor para seguir como parâmetro.

Desta forma, esses profissionais devem passar por um processo de triagem, assim como os demais colaboradores para que o RH possa selecionar os candidatos mais aderentes à função que será desempenhada, independente de sua idade. 
Como reintegrar esses profissionais no ambiente de trabalho

Quando a empresa decide criar um programa para contratação de pessoas na terceira idade, é muito importante pensar na adaptaçãodesses profissionais no ambiente de trabalho. Muitas vezes eles já estão há algum tempo fora do mercado e essa nova experiência poderá necessitar de algum treinamento e de atualizações.

Com as constante mudanças no mundo corporativo, devido às novas tecnologias, é importante garantir que essas barreiras sejam quebradas, por isso o treinamento passa a ser essencial, dependendo da função que ele irá desempenhar. 

Além disso, é muito importante que esse profissional passe por um processo de onboarding. Pois, assim como qualquer outro funcionário, ele precisa sentir-se acolhido pela empresa e seus novos colegas de trabalho. 

Outra barreiras que precisa ser quebrada é em relação ao preconceito que muitas vezes essas pessoas sofrem. É preciso atuar de forma educativa com os colaboradores para promover um ambiente sadio e de respeito. Assim, é responsabilidade da área de RH promover soluções para questões humanas empresariais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages