ULTIMAS NOTICIAS

Pastor é preso por tirar demônio com unção nas partes íntimas de mulheres e policia civil não acredita




Um pastor foi preso em Uberlândia acusado de abusar sexualmente de mulheres que frequentavam cultos em sua casa.O Pastor wagner Martins Pereira de 44 anos foi acusado por uma fiel de abuso e já foram identificadas mais 3 vítimas.
O religioso agia da seguinte forma: ele prometia quebrar maldição da vida amorosa de suas vítimas num processo de unção com óleo.Enquanto ungia,Wagner tocava as partes íntimas de suas fiéis que ficaram silenciada.
Uma fiel,de 32 anos que sofreu o abuso por parte do líder relatou que estava com problemas em enfrentar o fim do relacionamento,quando procurou o pastor.Ela foi incentivada por outra vítima do pastor a gravar uma conversa e denunciá-lo.
Wagner que dirigia o Ministério comunidade da família que funcionava em sua casa,uma luxuosa mansão,acabou se entregando na convesa com a fiel.Ele chegou a pedir que ele lhe mandasse nudes.Com o material em mãos,ela foi a Delegacia da Mulher ,onde foi atendida .O pastor já se encontra preso no presídio Jaci de Assis.
A delegada Ana Cristina Bernardes recebeu a imprensa para dar detalhes da prisão.

“Ele fez uma proposta para a vítima tirar fotos nuas. Ela conseguiu gravar a conversa, trouxe os registros, fez o boletim de ocorrência e pediu providências”,detalhou.
Ana Cristina ainda pediu que se houver outras vítimas compareceram a delegacia para prestar queixa contra o pastor.E explicou qual seria o formato do crime cometido pelo pastor:
“O delito se chama violação sexual mediante a fraude. Nesses casos, há a prática de conjunção carnal ou ato libidinoso. Mas não é mediante violência ou grave ameaça, mas por meio de um argumento que faz a vítima acreditar. No caso específico, [a vítima acreditou] que estava recebendo uma cura espiritual e quebra de maldição. Ela concordou com a prática da situação, porque foi iludida”,explicou.
O conselho de pastores de Uberlândia afirmou que Wagner não pertencia ao conselho,por isso não se pronunciará sobre o caso.Apenas sabe-se que o pastor estava na cidade há dois anos e tinha vindo do Tocantins.
                                 Fonte : www.obuxixogospel.com.br

Nenhum comentário