ULTIMAS NOTICIAS

Pastor anuncia tragédia para Estado Brasileiro e causa pavor




Um profeta tem dado o que falar nas redes sociais por suas profecias que tem se cumprido com exatidão.Estamos falando do Pastor Washington Luiz.O pastor recentemente surpreendeu a internet ao falar sobre a morte do maior bruxo do Maranhão.Conhecido como Bita Barão,o místico veio a falecer apenas três dias após a profecia de Washington.Segundo o pastor,Deus havia lhe dito que teria dado muitas oportunidades ao bruxo de reconhecer seu poder,mas ele não quis.
Agora,o Pastor Washington Luis está polemizando novamente e anuncia uma visão que teve com notícias nada agradáveis para o povo do Tocantins.Segundo o pastor,uma tragédia está para acontecer no Estado e vai vitimar muitas vidas.O pastor contou sobre a visão que teve na Igreja Evangélica Brasa Viva no fim de março,na cidade Paraíso do Tocantins no estado.O pastor revelou que após ter a visão ficou doente “por causa da visão”.
O pastor Washington Luis relatou que viu um espírito da morte que adentrava as casas no Estado do Tocantins:
“Ele começou a entrar de casa em casa que estavam nos endereços e era uma matança que nenhum de vocês pode imaginar. Havia choro para todo lugar no estado. O Governador tentando acalmar as pessoas… tinha pessoas fazendo ‘zig-zag’ na rua, nas cidades do Tocantins pelas quantidades de pessoas mortas”,relatou.
Portanto, o pastor acalmou os fiéis ,dizendo que Deus esconderia os seus e os protegeria.Entretanto,devido a reputação que o pastor adquiriu com suas profecias,muitos ouvintes ficaram muito assustados ,imaginando como seria o desenrolar desta terrível profecia.No entanto,o pastor pediu aos fiéis que estavam no culto que entrasse num processo de auto-reflexão para ver como estaria sua vida salvação diante de Deus.
O pastor Washington ainda ressaltou que seria um tempo de juízo de Deus sobre o Estado e que “a matança no Estado começaria a partir do segundo semestre de 2019”,assustando os fiéis.
                              Fonte : www.obuxixogospel.com.br

Nenhum comentário