Ultimas Noticias

Polêmico sítio de Atibaia ligado a Lula vai à venda




O Ministério Público Federal no Paraná deu parecer favorável à venda do sítio de Atibaia, pivô da ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O parecer entregue a 13ª Vara Federal de Curitiba pede uma avaliação judicial da propriedade rural, que pertence ao empresário Fernando Bittar. As informações são do O Globo.
Lula foi condenado, em primeira instância, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, porque teria se beneficiado de obras realizadas no imóvel pelas empreiteiras Odebrecht e pela OAS. Ele está preso em Curitiba desde abril do ano passado pela condenação em outro caso, o do tríplex do Guarujá, em que já foi condenado em segunda instância.
Leia também
O proprietário forma do imóvel, Bittar, pediu a justiça em abril que fosse posto à venda. No parecer do dia 13 de maio, a força-tarefa da Lava Jato diz que não haverá prejuízo com a venda, mesmo com o imóvel já tendo sido confiscado pela Justiça, e alega na sentença que “é muito possível que o bem se encontre em estado de deterioração, já que não está sendo habitado ou frequentado pelos proprietários formais”.
Para dar prosseguir com a venda, o MPF determina que o imóvel passe por uma perícia judicial e a venda deve ser realizada pelo valor mínimo indicado. No parecer, o MPF ainda se diz favorável que os valores decorrentes da venda sejam depositados em conta judicial.
A Lava Jato aponta que o sítio passou por três reformas para beneficiar o ex-presidente: a primeira, no valor de $ 150 mil, comandada pelo pecuarista José Carlos Bumlai. A segunda pela Odebrecht, ao custo de R$ 700 mil, e uma terceira reforma de R$ 170 mil, na cozinha. A soma das obras chega a R$ 1,02 milhão.
Da AGÊNCIA BRASIL

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário