Ultimas Noticias

Mulher mata empregada com tiro na cabeça após descobrir que era amante do marido




Segundo informações da polícia, a jovem foi morta dentro do restaurante onde trabalhava. O caso aconteceu no MA.
Mulher mata empregada com tiro na cabeça após descobrir que era amante do marido

O casamento não é algo que simplesmente vem do nada. As pessoas decidem se casar quando finalmente têm esse desejo e convicção de que, sem uma determinada pessoa, suas vidas não seriam mais as mesmas. Mas a vida de casado não é apenas felicidade. Um casamento tem altos e baixos, e o relacionamento entre o casal pode esfriar levando, a infidelidade de ambas as partes. Porém, alguns casos de infidelidade terminam de maneira trágica. Como neste caso, quando uma jovem foi assassinada pela esposa do amante, após descobrir que o marido estava tendo um caso fora do casamento.
Uma jovem foi assassinada com um tiro na cabeça no último sábado (31), dentro de um restaurante localizado na GO-210, entre Catalão e Davinópolis.

A acusada tem 38 anos. Para a polícia, ela é a principal suspeita de ter assassinato Ana Vitória Pereira, de 19 anos. De acordo com a delegada Alessandra Castro, que está à frente das investigações, a suspeita de ter cometido o crime se apresentou na delegacia na tarde de terça-feira (4) e confessou ter matado a amante do marido. As investigações da polícia apontaram que a jovem trabalhava no estabelecimento comercial como ajudante e a autora do crime gostava de muita e a tratava super bem.
VÍTIMA AFIRMA PARA SUSPEITA QUE ESTAVA TENDO O CASO COM O MARIDO DA ACUSADA

Segundo testemunhas, a suspeita estava ajudando a vítima a realizar um chá de casa nova. Porém, assim que ficou sabendo que a funcionária estava tendo um caso amoroso com o marido, a mulher ficou revoltada. Ela chamou a vítima até o restaurante com a desculpa de que precisava de sua ajuda no local. Segundo a delegada, a autora do crime perguntou se a jovem estava tendo um caso amoroso com o esposo dela. Em resposta, a jovem disse que sim. Em depoimento, a acusado alegou que a vítima tinha lhe agredido verbalmente com palavras de baixo calão.




Com isso, ela ficou revoltada e pegou a arma do esposo e atirou na cabeça da jovem. Ana Vitória morreu no local, antes mesmo do socorro chegar. Após cometer o crime, a mulher fugiu do local, tomando rumo ignorado até terça-feira, quando se apresentou para a polícia. Alessandra relatou que a suspeita vai responder pelo crime em liberdade até que a investigação sobre o caso seja concluída. Acrescentado que a suspeita está colaborando com as investigações e a arma usada no crime foi entregue por ela na delegacia. Por fim, a delegada relatou que a polícia tem 30 dias para concluir as investigações.








Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário