Ultimas Noticias

Sismólogo explica tremor de terra que assustou moradores de alhumas cidades do Recôncavo


Leonardo Alexandre, sismólogo da Universidade do Rio Grande do Norte, em entrevista a Itajay Junior, na Rádio Andaiá FM, na manhã desta quarta-feira (31/10), explicou os aspectos que ocasionaram tremores de terra em pelo menos cinco cidades do Recôncavo Baiano, como Santo Antônio de Jesus, Amargosa, São Miguel das Matas e Laje, na semana passada. O fenômeno foi percebido com mais intensidade na zona rural dos municípios. Os moradores relataram tremores de terra na quarta-feira (24/10). O sismólogo Leonardo Alexandre disse que tremores de terra são comuns na região Nordeste do país. "Alguns eventos já foram estudados nesta região, uns com intensidade e outros com pouca duração. Com relação ao grau de percepção das pessoas, já que umas sentiram os tremores mais intensos do que outras, o psicológico das pessoas, que vivem em regiões onde acontecem tremores de terra, faz com que criem a impressão de que o fenômeno ocorre com longa duração", afirmou. O sismólogo informou que tremores de terra são comuns nesta região da Bahia. "São de baixa magnitude. Portanto, não causam danos. O barulho é semelhante a um trovão, como descrito por pessoas que sentiram o tremor", esclareceu. Segundo Leonardo Alexandre, o tremor é resultado da vibração do solo em contato com o ar, gerando um som alto. "Algumas vezes o barulho da vibração assusta mais do que o próprio tremor. Apesar de a região Noredeste possuir áreas altas como morros, este fato não está relacionado a questão do tremor, já que em algumas regiões planas do país como Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco também ocorrem fenômenos deste tipo", ressaltou. Conforme o especialista, tremores de qualquer magnitude ocorrem por causa do movimento das rochas no subsolo, devido a pressão que elas sofrem. "A terra está em constante movimento. Portanto, quando há pressão excessiva nas rochas elas tendem a quebrar, ocasionado a movimentação do solo. Porém, os tremores são em sua maioria de baixa intensidade comparado aos que ocorrem em outras partes do planeta", afirmou.


Placas Tectônicas
A parte onde ocorre tremores mais fortes são chamadas de “bordas das placas”, essa borda está localizada na região do Chile e no meio do oceano Atlântico que divide o Brasil e a Africa. "Os tremores que ocorrem no território brasileiro, principalmente na região Nordeste, são considerados Intra-placas, porque estamos no meio delas. Porém, a probabilidade de ocorrerem tremores mais fortes não pode ser exclusa", afirmou Leonardo Alexandre.

F: Andaiá FM

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário