Ultimas Noticias

PT poderá eleger maior bancada na Câmara, prevê DIAP

O DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) prevê que o PT poderá eleger a maior bancada na Câmara, entre 55 e 65 deputados.
O levantado do DIAP foi realizado em parceria com a Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical.

De acordo com o estudo, na eleição de 2014, o partido elegeu 68 deputados federais em 2014 e está, atualmente, com 61. O MDB deve eleger entre 44 e 50 deputados ante os 65 da eleição anterior, e PSDB deve ocupar de 42 a 50 cadeiras, ante 54 eleitos em 2014. Ainda no chamado “centrão”, o PP tem 50 deputados e uma bancada potencial de 40 a 48 cadeiras neste ano.
O PSD deve ficar com 36 a 44 dos cargos, ante os 37 atuais.
No segundo pelotão estão o PR (36 a 40), seguido do DEM (28 a 36), PSB (27 a 34), PDT (24 a 30) e PRB (22 a 30). Em um terceiro bloco estão PTB, PSL, Pros, PSC, PPS, PCdoB, Podemos, PSol e SD, com bancadas entre 10 e 20 deputados. E no quarto pelotão estão, com 5 a 10 deputados, estão a Rede, o Novo, o Avante e o PV. Com menos de cinco cadeiras previstas estão PRP, Patriota, PRTB, PTC, etc.
O levantamento destaca ainda que provavelmente haverá elevado índice de reeleição e grande “circulação no poder”, com deputados estaduais, senadores, ex-ministros, ex-deputados, suplentes bem votados, ex-prefeitos e ex-secretários se elegendo para as vagas decorrentes de desistência de atuais deputados e da não-reeleição daqueles que tentaram renovar seus mandatos.

Os poucos efetivamente novos serão eleitos por serem policiais linha dura, evangélicos fundamentalistas, celebridades ou em razão da força do dinheiro e da relação de parentesco com oligarquias estaduais, segundo a sondagem.
Veja as projeções feitas para todos os partidos pelo DIAP:




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário