Ultimas Noticias

Horário de verão vai começar em novembro pela primeira vez

Neste ano, o horário de verão começa no dia 4 de novembro, um domingo depois do segundo turno das eleições. A mudança foi determinada por decreto presidencial publicado no ano passado a pedido do TSE, o Tribunal Superior Eleitoral, quando era presidido pelo ministro Gilmar Mendes.
O motivo é a apuração dos votos das eleições 2018. O TSE desejava reduzir a diferença entre a apuração nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e a apuração no Nordeste, parte do Norte, e ainda no Acre e sudoeste do Amazonas, onde a diferença, com o horário de verão, chega a 3 horas do horário de Brasília.
Com isso, o período do horário de verão de 2018 e 2019 vai ter 15 dias a menos, terminando no terceiro domingo de fevereiro do próximo ano. Segundo balanço do ONS, o Operador Nacional do Sistema Elétrico, entre 2013 e 2016, o valor da economia com o horário de verão caiu de 405 milhões para 147 milhões de reais, uma redução de 63% na economia de energia elétrica.
O Ministério de Minas e Energia chegou a discutir o fim do horário de verão. O argumento é que o consumo não é mais tão influenciado pela luminosidade, mas pelo calor, com o aumento do consumo nos momentos mais quentes do dia.
Ouça o Repórter Nacional (7h30) desta quinta-feira na íntegra:


Confira outros destaques desta edição:
- Pela quarta vez seguida Banco Central mantém taxa básica de juros da economia em 6,5% ao ano
- Polícia Federal abre segundo inquérito para investigar agressão a faca ao presidenciável Jair Bolsonaro
- Pesquisa indica que 13% dos eleitores estão dispostos votar em branco ou anular o voto em outubro
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário