Ultimas Noticias

Mulher sofre importunação ao pudor em fila do banco em S. A. de Jesus, aponta delegada após vídeo revelado nas redes sociais


Um vídeo começou a circular nas redes sociais nesta quinta-feira (05), onde uma mulher aparece sofrendo abuso na fila de uma agência bancária em Santo Antônio de Jesus. Nas imagens dá para ver um homem na tentativa de querer roçar na vítima enquanto aguardava na fila do banco para ser atendida. O assediador tenta esconder o ato atrás de um envelope que segurava. Segundo a delegada plantonista da 4ª Coorpin (Delegacia Circunscricional de Polícia), Dr. Zaira Pimentel, os registros policias são sigilosos, mas de maneira genérica ela pode se manifestar sobre este caso que está sendo mostrado nas redes sociais, “esse vídeo infelizmente se tratarmos de maneira técnica e jurídica, ele denotaria uma situação de importunação ofensiva ao pudor, onde se refere uma contravenção penal”, esclarece. Dr. Zaira fala que a população pode até se chocar por aquela situação ser enquadrada em uma contravenção penal, “analisando aquele vídeo, o cara fica parado e a vítima não esboça nenhum tipo de reação e ele pelo que eu vi lá, não chega a roçar nela, mas se aproxima”, explica. 


Vídeo divulgado nas redes sociais foi editado aqui no Voz da Bahia:
Sobre as penalidades:A delegada também relata que evando em consideração um aspecto maior que a visão jurídica, mas com uma visão social, “como a mulher é vista na sociedade? Como coisa. Ela está dentro de um banco e simplesmente está numa situação de mal-estar com aquela pessoa fazendo aquilo nas costas dela. Isso é fruto de uma cultura machista, uma cultura preconceituosa que se repete há todo tempo em Santo Antônio e em toda a população”, desabafou. A entrevistada acrescenta ainda, que o que mais fere a atitude no vídeo não é o aspecto jurídico, mas o emocional, "aquela mulher se torna uma coisa e aquele homem pode fazer qualquer coisa com ela na frente de milhares de pessoas e uma delas vai filmar e não faz nada. Diversas pessoas presenciando aquela situação e não fazem nada”, pontuou. Sobre as punições no qual o indivíduo pode receber, a delegada esclarece que levando em consideração o vídeo, onde mostra uma situação de importunação ofensiva ao pudor, o indivíduo pode sofrer pena e multa e vai segue para o juizado criminal. “A respeito da repercussão do vídeo tanto o homem quanto a mulher podem ir à delegacia para esclarecer o fato”, concluiu.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário