Ultimas Noticias

Deu ruim para Moro. Até advogado de Alckmin defende direito de Lula ser candidato

O cerco vai se fechando para a farsa da lava jato. Até o advogado Ricardo Penteado, que advogou para campanha de Geraldo Alckmin (PSDB), na reeleição ao governo de São Paulo, em 2014, defende o direito de Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato nestas eleições de 2018.
Advogado de Alckmin desde 2000, Penteado ainda contestou a existência da figura do candidato “irregistrável”, mesmo sob condenação em segunda instância – como é o caso de Lula – uma vez que todos têm direito de aguardar o julgamento de suas candidaturas.

As declarações de Penteado foram dadas na semana passada durante evento da OAB-SP. Segundo o jurista, Lula tem direito de aguardar uma eventual absolvição em instâncias superiores, uma garantia de lei infraconstitucional, ligada ao princípio da presunção de inocência.
Se a intenção do juiz Sérgio Moro, ao prender Lula, era tirá-lo da disputa presidencial deste ano, pode dar com os burros n’água. É evidente o isolamento do magistrado entre seus pares. Nem mesmo a Polícia Federal o suporta mais, como retratado aqui. Agentes federais concordaram com a soltura do petista determinada pelo desembargador do TRF4 Rogério Favreto, cuja ordem foi desrespeitada por Moro no fatídico domingo 8 de julho.
Portanto, caríssimo leitor, a farsa da lava jato está insustentável. Lula é mantido preso político há 109 dias porque lidera as pesquisas de intenção de voto. Nada mais do que isso.
Com informações do Congresso em Foco.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário