Ultimas Noticias

Bolsonaro quer abrir a caixa preta do BNDES


O pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro pelo PSL em conversa com um pequeno grupo de jornalistas ontem, definiu-se como um liberal em economia e assegurou total compromisso com a democracia, sem a qual, ele disse, não estria ali.

Ele também afirmou que manterá o teto dos gastos públicos, fará uma reforma da previdência mais gradual que a do presidente Michel Temer, começando pelo combate aos privilégios dos funcionários públicos.

Sobre as estatais, Bolsonaro pretende abrir o sigilo de contratos do BNDES; extinguir dois terços das 149 estatais, privatizar outras e manter poucas que ele considera estratégicas, como a Eletrobras e Caixa Econômica Federal.


O pré-candidato também quer diminuir os atuais 30 ministérios para 15, como também desconcentrar recursos da União em favor dos municípios.

Em relação a possíveis nomeações para o STF, ele afirmou que nomeará pessoas com o perfil do juiz Sérgio Moro.

Por fim, ele defendeu a não venda de terras agricultáveis para o capital estranheiro e de jazidas de nióbio para os chineses.

A informação é do Valor

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário